biblia,

  • 11 de Setembro, 24ª Domingo do Tempo Comum

    Primeira Leitura: Ex 32,7-11.13-14

    7Falou Javé a Moisés: “Vai, desce, pois corrompeu-se o teu povo, que tu fizeste sair da terra do Egito! 8 Depressa apartaram-se do caminho que lhes prescrevi. Fizeram para si um bezerro fundido e estão a adorá-lo, a oferecer-lhe sacrifícios e a dizer: Este é o teu deus, Israel, que te tirou da terra do Egito! 9 E acrescentou Javé a Moisés: “Estou observando este povo, e vejo que é um povo de cabeça dura. 10Agora, pois, deixa que a minha ira se inflame contra eles, até consumi-los. De ti, porém, farei uma grande nação”.

  • 11.MAR - São Constantino (+598)

    Sacerdote mártir (+598)

    Constantino faz parte da heroica história do cristianismo na Escócia. Ele era rei da Cornualha, pequena região da Inglaterra e se casou com a filha do rei da Bretanha. Depois se tornou o maior evangelizador de sua pátria e o responsável pela conversão do país.

    O rei Constantino não foi um governante justo, até sua conversão. No início da vida cometeu sacrilégios e até assassinatos, em sua terra natal. Para ficar livre de cobranças na vida particular, divorciou-se da esposa. Foram muitos anos de vida mundana, envolvido em crimes e pecados. Mas quando soube da morte de sua ex-esposa, foi tocado pela graça tão profundamente que decidiu transformar sua vida. Primeiro abriu mão do trono em favor de seu filho, depois se converteu, recebendo o batismo. Em seguida se isolou no mosteiro de São Mócuda, na Irlanda, onde trabalhou por sete anos, executando as tarefas mais difíceis, no mais absoluto silêncio.

    Os ensinamentos de Columbano, que também é celebrado pela Igreja, e que nesse período estava na região em missão apostólica, o levaram a se ordenar sacerdote. Assim, partiu para evangelizar junto com Columbano, e empregou a coragem que possuía, desde a época em que era rei, para a conversão do seu povo. As atitudes de Constantino passaram a significar um pouco de luz no período obscuro da Idade Média.

  • 25º DOMINGO Comum, 18 de Setembro de 2016

    Primeira Leitura (Am 8,4-7)

    Leitura da Profecia de Amós: 4Ouvi isto, vós, que maltratais os humildes e causais a prostração dos pobres da terra; 5vós que andais dizendo: “Quando passará a lua nova, para vendermos bem a mercadoria? E o sábado, para darmos pronta saída ao trigo, para diminuir medidas, aumentar pesos, e adulterar balanças, 6dominar os pobres com dinheiro e os humildes com um par de sandálias, e para pôr à venda o refugo do trigo?”

  • 26º DOMINGO Comum, 25 de Setembro de 2016

    Primeira Leitura (Am 6,1a.4-7)

    Leitura da Profecia de Amós - Assim diz o Senhor todo-poderoso: 1aAi dos que vivem despreocupadamente em Sião, os que se sentem seguros nas alturas de Samaria! 4Os que dormem em camas de marfim, deitam-se em almofadas, comendo cordeiros do rebanho e novilhos do seu gado; 5os que cantam ao som das harpas, ou, como Davi, dedilham instrumentos musicais; 6os que bebem vinho em taças, e se perfumam com os mais finos unguentos e não se preocupam com a ruína de José.

  • 27º DOMINGO Comum, 02 de Outubro de 2016

    Primeira Leitura (Hab 1,2-3;2,2-4)

    Leitura da Profecia de Habacuc: - 2Senhor, até quando chamarei, sem me atenderes? Até quando devo gritar a ti: “Violência!”, sem me socorreres?

    3Por que me fazes ver iniquidades, quando tu mesmo vês a maldade? Destruições e prepotência estão à minha frente; reina a discussão, surge a discórdia.

    2,2Respondeu-me o Senhor, dizendo: “Escreve esta visão, estende seus dizeres sobre tábuas, para que possa ser lida com facilidade. 3A visão refere-se a um prazo definido, mas tende para um desfecho, e não falhará; se demorar, espera, pois ela virá com certeza, e não tardará. 4Quem não é correto, vai morrer, mas o justo viverá por sua fé”.

  • 28º DOMINGO Comum, 09 de Outubro de 2016

    Primeira Leitura (2Rs 5,14-17)

    Leitura do Segundo Livro dos Reis: - Naqueles dias, 14Naamã, o sírio, desceu e mergulhou sete vezes no Jordão, conforme o homem de Deus tinha mandado, e sua carne tornou-se semelhante à de uma criancinha, e ele ficou purificado.

    15Em seguida, voltou com toda a sua comitiva para junto do homem de Deus. Ao chegar, apresentou-se diante dele e disse: “Agora estou convencido de que não há outro Deus em toda a terra, senão o que há em Israel! Por favor, aceita um presente de mim, teu servo”.

  • 2ª-feira, 01 de Maio, 3ª Semana da Páscoa

    Primeira Leitura: At 6,8-15

    Naqueles dias:8 Estêvão, cheio de graça e poder, fazia prodígios e milagres notáveis entre o povo. 9 Então, algumas pessoas pertencentes à chamada Sinagoga dos Libertos, isto é, cireneus, alexandrinos com outros vindos da Cilícia e da Ásia, se puseram a discutir com Estêvão. 10 Mas não eram capazes de resistir à sua sabedoria e ao Espírito com que falava. 11 Então, subornaram alguns homens para que dissessem: “Nós o ouvimos dizendo blasfêmias contra Moisés e contra Deus”.

  • 2ª-feira, 02 de Janeiro, Tempo do Natal antes da Epifania

    Primeira Leitura: 1Jo 2,22-28

    Caríssimos:22 Quem é o mentiroso, senão o que nega que Jesus é o Cristo? Este é o anticristo! Ele nega o Pai e o Filho. 23 Todo aquele que nega o Filho também não possui o Pai. Quem faz profissão de fé no Filho também possui o Pai. 24 Mas fazei que permaneça em vós aquilo que ouvistes desde o começo. Se aquilo que ouvistes desde o começo permanecer em vós, vós também permanecereis no Filho e no Pai. 25 Ora, esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna. 26 Eu vos escrevo isto por causa dos que procuram vos enganar.

  • 2ª-feira, 03 de Abril, 5ª Semana da Quaresma

    Primeira Leitura: Dn 13,1-9.15-17.19-30.33-62

    1 Habitava um homem em Babilônia de nome Joaquim. 2 Casou-se ele com uma mulher chamada Susana, filha de Helcias, muito formosa e temente a Deus. 3 É que seus pais, como eram justos, tinham instruído a sua filha segundo a lei de Moisés. 4 Joaquim era muito rico e possuía um parque junto de sua casa. Os judeus iam visitá-lo, pois era o mais nobre de todos. 5 Ora, naquele ano tinham sido designados juízes dois anciãos dentre o povo, daqueles de quem o Senhor falou, quando disse: “A iniquidade saiu de Babilônia por meio de anciãos, de juízes, que se apresentavam como guias dos povos”.

  • 2ª-feira, 03 de Outubro, 27ª Semana Tempo Comum

    Primeira Leitura (Gl 1,6-12)

    Leitura da Carta de São Paulo aos Gálatas. - Irmãos, 6admiro-me de terdes abandonado tão depressa aquele que vos chamou, na graça de Cristo, e de terdes passado para um outro evangelho. 7Não que haja outro evangelho, mas algumas pessoas vos estão perturbando e querendo mudar o evangelho de Cristo. 8Pois bem, mesmo que nós ou um anjo vindo do céu vos pregasse um evangelho diferente daquele que vos pregamos, seja excomungado.

  • 2ª-feira, 04 de Setembro, 22ª Semana do Tempo Comum

    Primeira Leitura: 1Ts 4,13-18

    13 Não queremos, irmãos, que fiqueis na ignorância a respeito dos mortos; não vos deixeis tomar pela tristeza, como os outros que não têm esperança. 14 Pois, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também devemos crer que Deus, por meio de Jesus, levará junto com ele os que morreram. 15 Isto vos dizemos segundo a palavra do Senhor: nós, os vivos, os que ficarmos para a vinda do Senhor, não procederemos os que morreram.

  • 2ª-feira, 05 de Dezembro, 2ª Semana do Advento

    Primeira Leitura: Is 35,1-10

    1 Exultem deserto e terra árida, alegre-se e floresça a estepe; como o lírio, 2 que ela floresça e floresça, rejubile-se e grite de alegria. Foi-lhe dada a glória do Líbano, o esplendor do Carmelo e de Saron. Ver-se-á a glória de Javé, o esplendor de nosso Deus. 3Fortalecei as mãos fatigadas, revigorai os joelhos vacilantes. 4 Dizei aos corações pusilânimes:Vede! É vosso Deus, a vingança que vem, a retribuição de Deus, ele é que vem vos salvar”.

  • 2ª-feira, 06 de Fevereiro, 5ª Semana do Tempo Comum

    Primeira Leitura: Gn 1,1-19

    1 No princípio Deus criou o céu e a terra. 2 A terra, porém, estava informe e vazia, e as trevas cobriam o Abismo, mas o espírito de Deus pairava por sobre as águas. 3 Disse Deus: “Haja luz”. E houve luz. 4 Viu Deus que a luz era boa; e Deus separou a luz das trevas. 5Deus chamou a luz “dia”, e as trevas, “noite”. Houve tarde e houve manhã: um primeiro dia. 6 Disse Deus: “Haja um firmamento no meio das águas, para separar umas das outras”. E assim se fez. 7 Deus fez o firmamento que separou as águas que estão debaixo do firmamento daquelas que estão por cima do firmamento.

  • 2ª-feira, 06 de Março, 1ª Semana da Quaresma

    Primeira Leitura: Lv 19,1-2.11-18

    Prescrições religiosas morais. 1 E Javé falou a Moisés, dizendo: 2”Fala a toda a comunidade de Israel: sede santos, porque eu sou santo, eu, Javé, vosso Deus. 11 Não roubareis, não mentireis e não vos enganareis uns aos outros. 12 Não jurareis pelo meu Nome, mentindo: isto seria profanar o nome de vosso Deus. Eu sou Javé. 13 Não oprimireis vosso próximo e não o despojareis. O salário do mercenário não ficará convosco até o dia seguinte. 14 Não proferireis maldição contra um surdo e não poreis diante de um cego algo que possa fazê-lo cair; respeitareis vosso Deus.

  • 2ª-feira, 07 de Agosto, 18ª Semana do Tempo Comum

    Primeira Leitura: Nm 11,4b-15

    Naqueles dias: 4b Os filhos de Israel foram tomados de fome e de novo se lamentaram, murmurando: “Quem nos dará carne para comer? 5 Bem nos lembramos dos peixes que comíamos de graça, lá no Egito; dos pepinos, dos melões, das alfaces, das cebolas e dos alhos. 6 No entanto, seca-se-nos, agora, a garganta, pois não há mais nada; nada para nossos olhos, a não ser o maná”. 7Era o maná, como grãos de coriandro, uma espécie de resina amarelada.

  • 2ª-feira, 07 de Novembro, 32ª Semana Tempo Comum

    Primeira Leitura: Tt 1,1-9

    1 Paulo, servo de Deus, apóstolo de Jesus Cristo para que os eleitos de Deus cheguem à fé e ao pleno conhecimento da verdade que expressa a nossa religião, a qual está 2 baseada na esperança da vida eterna. Esta vida eterna foi prometida desde os tempos antigos pelo Deus que não mente. 3 No tempo marcado, Deus manifestou sua palavra por meio do anúncio que foi confiado a mim, de acordo com a ordem de Deus, nosso Salvador. 4Aqui escrevo a Tito meu verdadeiro filho na fé comum a nós dois. Que Deus nosso Pai e o Cristo Jesus nosso Salvador te deem graça e paz. 5Se te deixei em Creta, foi para que fizesses o que ainda faltava e nomeasses presbíteros em cada cidade, conforme te ordenei.

  • 2ª-feira, 08 de Maio, 4ª Semana da Páscoa

    Primeira Leitura: At 11,1-18

    Naqueles dias:1Os apóstolos e os irmãos que viviam na Judeia souberam que também os não judeus tinham recebido a palavra de Deus. 2 Assim, quando Pedro subiu a Jerusalém, os fiéis de origem judaica o atacaram, 3 dizendo: “Entraste na casa de pessoas não circuncidadas e comeste à mesa com eles”. 4 Pedro começou a lhes explicar tudo, segundo a ordem dos acontecimentos, dizendo: 5“Eu rezava na cidade de Jope, quando, em êxtase, tive uma visão. Era um objeto parecido com uma grande toalha, que descia do céu, amarrada pelas quatro pontas.

  • 2ª-feira, 09 de Janeiro, Batismo do Senhor

    Primeira Leitura: Is 42,1-4.6-7

    Assim fala o Senhor:1 Eis meu Servo que sustenho, meu eleito, preferido de minha alma. Pus sobre ele meu espírito. Ele levará o direito às nações. 2Ele não gritará nem elevará o tom, nem fará ouvir sua voz nas ruas. 3 Ele não quebrará o caniço rachado nem apagará a chama vacilante. Ele proclamará com firmeza o direito, 4 sem cansar-se nem desfalecer, até implantar a justiça na terra, pois as ilhas esperam o seu ensino.

  • 2ª-feira, 10 de Abril, Semana Santa

    Primeira Leitura: Is 42,1-7

    1 Eis meu Servo que sustenho, meu eleito, preferido de minha alma. Pus sobre ele meu espírito. Ele levará o direito às nações. 2 Ele não gritará nem elevará o tom, nem fará ouvir sua voz nas ruas. 3 Ele não quebrará o caniço rachado nem apagará a chama vacilante. Ele proclamará com firmeza o direito, 4 sem cansar-se nem desfalecer, até implantar a justiça na terra, pois as ilhas esperam o seu ensino.

  • 2ª-feira, 10 de Outubro, 28ª Semana Tempo Comum

    Primeira Leitura (Gl 4, 22-24.26-27.31-5,1)

    Leitura da Carta de São Paulo aos Gálatas. - Irmãos, 4,22está escrito que Abraão teve dois filhos, um da escrava e outro da livre. 23Mas o filho da escrava nasceu segundo a carne, e o filho da livre nasceu em virtude da promessa. 24Esses fatos têm um sentido alegórico, pois essas mulheres representam as duas alianças: a primeira, Hagar, vem do monte Sinai; ela gera filhos para a escravidão. 26Porém, a Jerusalém celeste é livre, e é a nossa mãe.

Versículo do Dia

Informações


+ Rua São João, 1363, Lagoa Seca, Natal/RN.

+ Tel.: (84) 3615-2871

+ pascom@paroquiasaojoaonatal.org.br

+ Pároco: Pe. Marcelo C. Cruz

+ Secretaria: 08h às 11h | 13h30 às 17h30

Link's Úteis

Arquidiocese de Natal CNBB Vaticano
 Biblia Catolica Radios Net  Radio Sao Joao

 

!-- Piwik -->