Ele nos diz: não tenham medo!

Do Evangelho deste 19º Domingo do Tempo Comum, situado no capítulo 14 do Evangelho de São Mateus, nós podemos extrair duas grande lições para a nossa vida.

A primeira, é que no momento em que Jesus se aproxima da barca em que os discípulos se encontram, onde eles estão passando por um momento difícil, a tempestade, o vento que sopra não é favorável, e os discípulos estão, pois, apavorados e amedrontados. E quando Jesus se aproxima, a palavra que Jesus dirige é a palavra de segurança, palavra de conforto: "não tenham medo, Sou eu". É bom sabermos que nos momentos difíceis da vida, nós devemos, na confiança que temos em Cristo e por meio da fé que professamos, ouvir sempre o que o Senhor tem a nos dizer, e o que Ele nos diz é sempre uma palavra de segurança: não tenham medo!

"devemos deixar tudo para poder viver unicamente o Reino de Deus"

Queridos irmãos e irmãs, homens e mulheres de Deus, que propagam a boa nova e apresentam o rosto atraente de Jesus Cristo, é com muita alegria, fé e confiança em Jesus Cristo, que nós paramos para refletir mais uma vez a palavra que Deus destina aos nossos corações.

Neste domingo tão especial, em que celebramos o décimo sétimo domingo do tempo comum, e que a temática do Evangelho é o Reino de Deus.

Estamos vivenciando o processo catequético de Jesus Cristo, em que nessas últimas semanas, ele tenta nos apresentar o Reino de Deus. Nos levando a compreender que o Reino de Deus não se trata de um espaço físico-geográfico, onde nós podemos dizer "está aqui ou está ali", o Reino de Deus é algo muito bem estabelecido entre o criador e a criatura, entre o nosso coração e o coração de Deus.

Compromisso cristão; unidade dos cristãos.

Queridos irmãos e irmãs, movidos pelo amor e impulsionados pela misericórdia de Deus, paramos para refletir a palavra que Deus nos dirige neste quinto domingo do tempo comum, em que o nosso único e suficiente salvador, Jesus Cristo, por meio de duas metáforas nos ensina a viver a vida e alicerçar a fé.

Disse Jesus: "vós sois o sal da terra; vós sois a luz do mundo". Quais ensinamentos Jesus Cristo quis nos transmitir com as duas metáforas que utilizou?

Logo após as bem-aventuranças, para fazer com os discípulos compreendessem e vivessem melhor o projeto de santidade que Ele apresentou, Jesus se utilizam então das duas metáforas.

Ser sal da terra, tem dois significados para nós, cristãos. O primeiro é conservar. Nós utilizamos o sal para conservar. E o segundo é para dar sabor. Quando Jesus Cristo diz que o cristão deve ser sal da terra, Jesus está nos exortando para que conservemos o Reino de Deus, conservemos a fraternidade, conservemos a fé, conservemos o amor.

Sejamos também nós, imitadores do próprio Cristo

Queridos irmãos e irmãs, o bom e amado criador, nos concede a oportunidade de refletirmos mais uma vez a sua palavra.

Neste itinerário que nos leva ao nascimento de seu filho, o advento. Neste 3º domingo, em que celebramos o domingo da alegria. Esta que brota do coração do próprio Deus, e gera no coração de cada cristão a felicidade e a pertença ao seu reino.

Ouvindo a palavra do Senhor, nos deparamos com a figura do profeta João Batista, que encontra-se no cárcere, e envia seus discípulos para questionar Jesus. Para saber se Ele é mesmo o Messias, ou se deve esperar alguém. A resposta de Jesus, é uma resposta objetiva. Jesus apresenta o que está sendo feito, pede que digam a João o que eles contemplam para que o próprio João possa tirar as suas conclusões.

Versículo do Dia

Informações


+ Rua São João, 1363, Lagoa Seca, Natal/RN.

+ Tel.: (84) 3615-2871

+ pascom@paroquiasaojoaonatal.org.br

+ Pároco: Pe. Marcelo C. Cruz

+ Secretaria: 08h às 11h | 13h30 às 17h30

Link's Úteis

Arquidiocese de Natal CNBB Vaticano
 Biblia Catolica Radios Net  Radio Sao Joao

 

!-- Piwik -->