Secretaria: (84) 3615-2871 
       

4ª-Feira, 07 de Fevereiro/2018 - 5ª Semana do Tempo Comum

0
0
0
s2smodern

Evangelho: Mc 7,14-23

Naquele tempo, Jesus 14 Convocou novamente o povo e dizia: “Ouvi-me, vós todos, e entendei! 15 Nada existe fora da gente que entre em alguém e o possa contaminar. O que dele sai, isto sim é que o contamina”. 16 Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça. 17 Quando se afastou do povo e entrou de novo em casa, seus discípulos perguntaram-lhe o sentido dessa frase enigmática. 18 Respondeu: “Também vós ainda não compreendeis? Não sabeis que tudo quanto entra de fora em alguém não o pode contaminar, 19 porque não penetra no seu coração, mas no ventre, e vai para a fossa?” — assim ele declarava puros todos os alimentos. 20 E continuou: “O que sai de alguém, isto é que o contamina.21 Porque é de dentro do coração do homem que saem as más intenções: prostituições, roubos, assassinatos, 22 adultérios, cobiças, perversidades, fraudes, luxúria, inveja, calúnia, orgulho, insensatez. 23 Todos esses males saem do interior e contaminam o homem”.

3ª-Feira, 06 de Fevereiro/2018 - 5ª Semana do Tempo Comum

0
0
0
s2smodern

Evangelho: Mc 7,1-13

1 Os fariseus e alguns mestres da lei vindo de Jerusalém se ajuntaram perto de Jesus. 2 E notaram que alguns dos seus discípulos tomavam refeições com mãos impuras, isto é, sem as lavar. 3 Na verdade, os fariseus e os judeus, em geral, conforme as tradições dos antigos, não comem sem antes lavarem cuidadosamente as mãos. 4 E ao voltarem da praça pública, não comem sem antes se purificar, havendo ainda muitas outras práticas que observam por tradição, como lavar os copos, jarros e outros objetos de bronze, bem como os leitos. 5 Por isso os fariseus e os mestres da lei o interrogavam: “Por que não seguem teus discípulos as tradições dos antigos, mas tomam a refeição com as mãos impuras?”.6 Ele respondeu: “Com muita razão Isaías profetizou a vosso respeito, hipócritas, como está escrito: Este povo me honra com os lábios, mas seu coração está longe de mim. 7 É vazio o culto que me prestam, e o que ensinam não passa de preceitos humanos. 8 Deixais de lado o mandamento de Deus e vos apegais às tradições dos homens”. 9 E lhes disse mais: “Vós abolis com muito jeito o mandamento de Deus para observardes a vossa tradição. 10 De fato, Moisés ordenou: Honra teu pai e tua mãe e também: Quem amaldiçoar seu pai ou sua mãe seja punido com a morte! 11 Mas vós ensinais: Se alguém disser ao pai ou à mãe: o auxílio que receberias de mim, eu o declaro ‘Corban’ (isto é, Oferta a Deus), 12 já não deixais que ele faça nada em favor do pai ou da mãe. 13 Anulais assim a palavra de Deus por causa das tradições, que passais de uns para outros. E fazeis ainda muitas outras coisas como essas”.

2ª-Feira, 05 de Fevereiro/2018 - 5ª Semana do Tempo Comum

0
0
0
s2smodern

Evangelho: Mc 6,53-56

Naquele tempo, tendo Jesus 53 terminado a travessia, chegaram à terra perto de Genesaré, onde aportaram. 54 Quando desembarcaram, os que logo reconheceram Jesus 55 percorreram toda essa região e começaram a levar-lhe os doentes em padiola até onde ouviam dizer que ele se encontrava. 56 Em toda parte onde chegava, povoados, cidades ou sítios, traziam os enfermos às praças e estes suplicavam que lhes deixasse tocar pelo menos na franja do seu manto. E todos os que a tocavam ficavam curados.

Domingo, 04 de Fevereiro/2018 - 5º Domingo do Tempo Comum

0
0
0
s2smodern

Evangelho: Mc 1,29-39

Curas na Galileia) Naquele tempo, Jesus 29 saindo da sinagoga, foi com Tiago e João à casa de Simão e André. 30 A sogra de Simão estava de cama, com febre, e logo lhe falaram dela. 31 Aproximando-se, ele a tomou pela mão e a fez se levantar. A febre passou e ela começou a servi-los. 32 Caindo a tarde, já depois do pôr do sol, trouxeram para junto dele todos os doentes e possessos: 33 toda a população estava reunida na entrada da cidade. 34 Ele curou muitos doentes, atacados de diversas enfermidades, e expulsou muitos demônios. Mas não permitia que os demônios falassem, porque sabiam quem era ele. 35 De madrugada, ele se levantou muito antes de raiar o dia, e saindo para um lugar deserto, ali ficou rezando. 36 Simão e seus companheiros foram procurá-lo. 37 Quando o acharam, disseram-lhe: “Todos estão à sua procura”. 38 Ele lhes respondeu: “Vamos por aí afora, aos povoados vizinhos, para que eu pregue também por lá, porque foi para isso que eu saí”. 39 E saiu pregando pelas sinagogas, em toda a Galileia, e expulsava os demônios.

Sábado, 03 de Fevereiro/2018 - 4ª Semana do Tempo Comum

0
0
0
s2smodern

Evangelho: Mc 6,30-34

Naquele tempo 30 os apóstolos se reuniram com Jesus e lhe contaram tudo o que tinham feito e ensinado. 31 Então ele lhes disse: “Ide agora a sós a um lugar isolado, e descansai um pouco”. Pois eram tantos os que chegavam e partiam, que não sobrava tempo nem para comer. 32 Os apóstolos foram de barca para um lugar isolado, para ficarem a sós. 33 Mas aqueles os viram partir, e muitos calcularam o lugar para onde iam. Então, de todas as cidades foram para lá a pé, e chegaram antes deles. 34 Quando Jesus saiu da barca, ele viu uma grande multidão e teve compaixão deles, porque eram como ovelhas sem pastor e começou a instruí-los longamente.

6ª-Feira, 02 de Fevereiro/2018 - 4ª Semana do Tempo Comum

0
0
0
s2smodern

Evangelho: Lc 2,22-40

22 E quando chegou o dia em que, segundo a Lei de Moisés, deviam ser purificados, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, para a apresentação ao Senhor 23 — conforme o que está escrito na Lei do Senhor: Todo primogênito do sexo masculino será consagrado ao Senhor. 24 Deviam também oferecer um par de rolas ou dois pombinhos em sacrifício, conforme está escrito na Lei do Senhor. 25 Ora, em Jerusalém havia um homem chamado Simeão. Era justo e piedoso. Esperava a consolação de Israel e o Espírito Santo estava sobre ele. 26 E o próprio Espírito lhe tinha revelado que não morreria antes de ver o Cristo do Senhor. 27 Impelido pelo Espírito, dirigiu-se para o Templo; e quando os pais levaram o Menino Jesus ao Templo para cumprirem as disposições da lei, 28 Simeão o tomou nos braços e, agradecido, louvou a Deus com estas palavras: 29 “Agora, Senhor Soberano, tu podes, segundo a tua palavra, deixar partir em paz este teu servo, 30 Forque os meus olhos contemplaram a tua salvação, 31 que preparastes em favor de todos os povos: 32 uma luz para iluminar as nações e uma glória para o teu povo Israel”.33 Seu pai e sua mãe estavam admirados com tudo o que foi dito a respeito do menino. 34 Simeão, os abençoou e disse a Maria, sua mãe: “Eis que este menino está destinado à ruína e ao reerguimento de muitos em Israel. Ele deve ser um alvo de contradição. 35 E quanto a ti mesma, para ser uma espada que transpassará a tua alma. Assim é que aparecerão em plena luz os pensamentos ocultos no coração de muitos”.36 Havia também uma profetisa chamada Ana. Era filha de Fanuel, da tribo de Aser. Estava já bastante idosa. Tinha vivido sete anos com seu marido, com quem se tinha casado na juventude. 37 Depois que enviuvou, chegou até os oitenta e quatro anos. Não arredava os pés do Templo, servindo a Deus dia e noite: jejuava e rezava. 38 Ela chegou naquele mesmo momento e começou, agradecida, a louvar a Deus. E falava do menino a todos os que esperavam a redenção de Israel. 39 Uma vez cumprido tudo o que estava disposto pela lei do Senhor, os pais regressaram com ele para a sua cidade de Nazaré na Galileia. 40 Por seu lado, o menino ia crescendo e se desenvolvendo. Ele estava cheio de sabedoria e gozava dos favores divinos.

Versículo do Dia

Informações


+ Rua São João, 1363, Lagoa Seca, Natal/RN.

+ Tel.: (84) 3615-2871

+ pascom@paroquiasaojoaonatal.org.br

+ Pároco: Pe. Marcelo C. Cruz

+ Secretaria: 08h às 11h | 13h30 às 17h30

Link's Úteis

Arquidiocese de Natal CNBB Vaticano
 Biblia Catolica Radios Net  Radio Sao Joao

 

!-- Piwik -->