Secretaria: (84) 3615-2871 
       

Sábado, 11 de Novembro, 31ª Semana do Tempo Comum

Primeira Leitura: Rm 16,3-9.16.22-27

Irmãos: 3 Saudai a Prisca e Áquila, meus colaboradores em Cristo Jesus: 4 eles arriscaram a cabeça por minha vida e por isso não só eu, como também todas as Igrejas das nações, lhes agradecemos. 5 Saudai também a comunidade que se reúne na casa deles. Saudai a meu querido Epêneto, primeira dádiva que a Ásia ofereceu a Cristo. 6 Saudai a Maria, que suportou muito cansaço por mim. 7 Saudai a Andrônico e Júnias, meus compatriotas e companheiros na prisão, muito conceituados entre os apóstolos, discípulos de Cristo já antes de mim. 8 Saudai a Ampliato, a quem amo no Senhor. 9 Saudai a Urbano, nosso colaborador em Cristo e a meu amigo Estaquis. 16 Saudai-vos uns aos outros com um beijo fraterno. Todas as Igrejas de Cristo vos enviam saudações.22 Eu, Tércio, que escrevi esta carta, vos saúdo no Senhor. 23 Gaio, meu hóspede e toda a Igreja, vos saúdam. Erasto, tesoureiro da cidade e o irmão Quarto vos saúdam. [24].25 A ele que é poderoso para vos confirmar de acordo com o Evangelho que anuncio, ao pregar Jesus Cristo conforme a revelação do mistério que esteve escondido desde a eternidade, 26 mas que agora foi revelado, e pelas Escrituras dos profetas e por disposição do eterno Deus foi dado a conhecer a todos os pagãos para os conduzir à obediência da fé, 27 a ele, único e sábio Deus, pelos séculos dos séculos! Amém.

6ª-Feira, 10 de Novembro, 31ª Semana do Tempo Comum

Primeira Leitura: Rm 15,14-21

Meus irmãos, 14 pessoalmente estou convencido, de que vós mesmos estais cheios de boa vontade, repletos de todo o conhecimento, capazes também de vos aconselhardes uns aos outros. 15 No entanto, eu vos escrevo com toda a franqueza para avivar vossa memória, por causa da graça que me foi dada por Deus, 16 de ser servo de Jesus Cristo entre os pagãos, desempenhando o sagrado serviço do Evangelho de Deus para que os pagãos se tornem uma oferta agradável, santificada no Espírito Santo. 17 Portanto, eu posso me gloriar em Cristo Jesus, pelo que se refere ao serviço de Deus. 18 Porque eu não vou pretender falar de nada, a não ser do que Cristo fez por mim para conduzir os pagãos à obediência, pela palavra e ação, 19 pelo poder dos milagres e prodígios, pela força do Espírito. Assim é que assegurei plenamente o anúncio do Evangelho de Cristo, irradiando-o desde Jerusalém e regiões vizinhas até a Ilíria. 20 Mas tomei cuidado em não anunciar o Evangelho onde o nome de Cristo já era invocado, para não edificar sobre fundamentos postos por outro, 21 mas procedi como está escrito: Aqueles a quem ele não foi anunciado, vão vê-lo; aqueles que não ouviram falar dele, vão conhecê-lo.

5ª-Feira, 09 de Novembro, 31ª Semana do Tempo Comum

Dedicação da Basílica do Latrão (Catedral de Roma) - Festa

Primeira Leitura: Ez 47,1-2.8-9.12

Naqueles dias:1 O homem fez-me voltar à entrada do Templo e lá vi uma corrente de água que brotava sob a soleira da Casa e corria para o oriente, pois a fachada do Templo estava voltada para o oriente. A água vinha de debaixo do lado direito do Templo, ao lado sul do altar. 2 Ele levou-me pelo pórtico setentrional e fez-me girar por fora, para o pórtico externo, voltado para o oriente, e eis que a água escorria do lado direito. 8 E disse-me o homem: “Esta água escorre para o distrito oriental e de lá desce para o vale do Jordão. Quando as águas chegarem ao mar em uma água corrompida, estas se tornarão saudáveis. 9 Acontecerá que, em qualquer parte aonde chegar este rio, qualquer ser que por lá se movimente conservará a vida. Haverá grande quantidade de peixes, pois aonde o rio chega traz a saúde, e tudo que entra em contato com ele conservará a vida. 12 E sobre ambas as margens do rio crescerão árvores frutíferas das mais variadas espécies, cujas folhas não murcharão e cujos frutos nunca acabarão; amadurecerão de mês em mês, pois aquelas águas vêm do Santuário. Os frutos servirão de alimento e as folhas de remédio”.

4ª-Feira, 08 de Novembro, 31ª Semana do Tempo Comum

Primeira Leitura: Rm 13,8-10

Irmãos: 8 Não tenhais dívida com ninguém, a não ser a da caridade mútua; pois quem ama o próximo cumpre plenamente a Lei. 9 Porque os mandamentos: não cometerás adultério; não matarás; não roubarás; não cobiçarás, e qualquer outro mandamento, se resumem nesta fórmula: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.10 A caridade não faz mal ao próximo. A caridade é, portanto, o pleno cumprimento da Lei.

3ª-Feira, 07 de Novembro, 31ª Semana do Tempo Comum

Primeira Leitura: Rm 12,5-16a

Irmãos: 5 assim também, apesar de muitos, somos um só corpo em Cristo e somos membros uns dos outros. 6 Temos dons diferentes, de acordo com a graça que nos foi dada. Quem tiver o dom da profecia, use-o em harmonia com a fé. 7 Quem tem o dom do ministério que o exerça. Quem tem o dom do ensino, dedique-se ao ensinamento. 8 Quem tem o dom da exortação, exorte. Quem dá, faça-o sem cálculo; quem preside, seja solícito; quem exerce a misericórdia, faça-o com alegria. 9 Que o vosso amor seja sincero. Odiai o que é mal e abraçai o que é bom. 10 Amai-vos uns aos outros com amor fraterno, rivalizai uns com os outros na honra recíproca. 11 Tende um zelo sem desfalecimento. Sede fervorosos de espírito e servi ao Senhor.12 Alegrai-vos na esperança. Perseverai na tribulação e sede constantes na oração. 13 Socorrei os santos que sofrem necessidades. Esforçai-vos na hospitalidade exercei a hospitalidade solicitamente.14 Abençoai os que vos perseguem; abençoai e não os amaldiçoeis. 15 Alegrai-vos com os que se alegram. Chorai com os que choram. 16a Desenvolvei entre vós o espírito da concórdia. Não tenhais gosto pelas grandezas, antes deixai-vos atrair pelo que é humilde;

2ª-Feira, 06 de Novembro, 31ª Semana do Tempo Comum

Primeira Leitura: Rm 11,29-36

Irmãos: 29 Porque os dons de Deus e a vocação são irrevogáveis. 30 Com efeito, assim como vós antes éreis rebeldes a Deus, e agora encontrastes misericórdia, graças à rebeldia deles, 31 assim também eles agora desobedeceram, graças a misericórdia que vós recebestes, para que eles também recebam agora misericórdia. 32 Porque Deus fez de todos prisioneiros da desobediência, para ter misericórdia para com todos. 33 Como são infinitas as riquezas de Deus! Como são insondáveis sua sabedoria e seu conhecimento! Como são impenetráveis os seus juízos e incompreensíveis os seus caminhos! 34 Quem pode conhecer a mente do Senhor, ou ser seu conselheiro? 35 Ou quem lhe terá dado primeiro alguma coisa, para ser pago por ele? 36 Na verdade, tudo procede dele, tudo existe por meio dele e para ele. A ele seja dada glória para sempre. Amém!

Versículo do Dia

Informações


+ Rua São João, 1363, Lagoa Seca, Natal/RN.

+ Tel.: (84) 3615-2871

+ pascom@paroquiasaojoaonatal.org.br

+ Pároco: Pe. Marcelo C. Cruz

+ Secretaria: 08h às 11h | 13h30 às 17h30

Link's Úteis

Arquidiocese de Natal CNBB Vaticano
 Biblia Catolica Radios Net  Radio Sao Joao

 

!-- Piwik -->