Secretaria: (84) 3615-2871 
        

3ª-Feira, 31 de Julho/2018, 17ª Semana do Tempo Comum

0
0
0
s2smodern

Evangelho: Mt 13,36-4336

Tendo deixado a multidão, Jesus foi para casa. Os discípulos chegaram perto dele e pediram: “Explica-nos a parábola do joio no campo”. 37 Ele explicou: “O semeador da boa semente é o Filho do homem. 38 O campo é o mundo. A boa semente, os súditos do reino. O joio, os seguidores do Maligno. 39 O inimigo que o semeou, o Diabo. A colheita, o fim do mundo. Os colhedores, os anjos. 40 Como se recolhe o joio para ser queimado no fogo, assim acontecerá no fim do mundo: 41 O Filho do homem enviará os seus anjos, que tirarão do seu reino todos os que causam escândalos e promovem a iniquidade, 42 e os lançarão à fornalha acesa, onde haverá choro e ranger de dentes. 43 Então os justos brilharão como o sol no reino de seu Pai. Quem tiver ouvidos, que escute bem!

2ª-Feira, 30 de Julho/2018, 17ª Semana do Tempo Comum

0
0
0
s2smodern

Evangelho: Mt 13,31-35

Naquele tempo Jesus 31 Contou-lhes mais outra parábola: “O reino dos céus é como um grão de mostarda, que um homem pega e semeia no seu campo. 32 É a menor de todas as sementes, mas quando cresce vem a ser a maior das hortaliças, tornando-se até uma árvore em cujos ramos as aves do céu vão pousar”. 33 Disse-lhes ainda outra parábola: “O reino dos céus é como o fermento, que uma mulher toma e mistura com uma boa quantidade de farinha, até que toda a massa fique fermentada”. 34 Tudo isto Jesus falou às multidões por meio de parábolas, e ele nada lhes dizia sem fazer uso delas, 35 para que se cumprisse o que havia sido dito pelo profeta: Abrirei minha boca em parábolas, revelarei coisas escondidas desde a criação do mundo.

Domingo, 29 de Julho/2018, 17º Domingo Comum

0
0
0
s2smodern

Evangelho: Jo 6,1-15

Naquele tempo: 1 Jesus se retirou para o outro lado do mar da Galileia, chamado também de Tiberíades. 2 Uma grande multidão o seguia, porque tinha visto os sinais que ele fazia em benefício dos doentes. 3 Jesus subiu ao monte e sentou-se ali com seus discípulos. 4 Ora, a Páscoa, a festa dos judeus, estava próxima. 5 Jesus, levantando o olhar e vendo a grande multidão que acorria a ele, perguntou a Filipe: “Onde compraremos pão para lhes dar de comer?”. 6 Dizia isto apenas para sondá-lo, porque bem sabia o que ia fazer. 7 Filipe respondeu: “Uma grande quantia de pão não bastaria nem sequer, para cada um receber o seu pedacinho”. 8 Um dos seus discípulos, André, o irmão de Simão Pedro, disse: 9 “Aqui há um menino que tem cinco pães de cevada e dois peixinhos. Mas que é isso para tanta gente?”. 10 Jesus ordenou: “Fazei com que os homens se acomodem pelo chão”. Havia muita grama naquele lugar. Cerca de cinco mil homens se acomodaram. 11 Jesus tomou os pães e, depois de ter dado graças, distribuiu-os aos que estavam sentados; o mesmo fez com os dois peixinhos, dando a cada um quanto queria. 12 Quando ficaram satisfeitos, ordenou aos discípulos: “Recolhei as sobras, para que nada se perca”. 13 Eles recolheram e encheram doze cestos com os pedaços que sobraram dos cinco pães de cevada que tinham comido. 14 Vendo o sinal que Jesus havia feito, aqueles homens exclamaram: “Verdadeiramente, este é o profeta, o que deve vir ao mundo!”. 15 Mas Jesus, percebendo que já estavam para vir raptá-lo e proclamá-lo rei, retirou-se de novo ao monte, sozinho.

Sábado, 28 de Julho/2018, 16ª Semana do Tempo Comum

0
0
0
s2smodern

Evangelho: Mt 13,24-30

Naquele tempo Jesus 24 Contou-lhes outra parábola: “O reino dos céus é como um homem que semeou boa semente em seu campo. 25 Mas, enquanto todos dormiam, veio seu inimigo, semeou joio bem no meio do trigo, e foi-se embora. 26 Quando o trigo brotou e frutificou, apareceu também o joio. 27 Então os servidores procuraram o patrão para dizer-lhe: ‘Senhor, não foi boa a semente que semeaste em teu campo? Donde veio, então, o joio que se acha nele?’. 28 ‘Um inimigo foi quem fez isso’, respondeu-lhes. E os servidores lhe perguntaram: ‘Queres então que vamos arrancá-lo?’. 29 A isto ele respondeu: Não, porque pode acontecer que, arrancando o joio, arranqueis também o trigo. 30 Deixai os dois crescerem juntos até a colheita, e no tempo da colheita direi aos colhedores: colhei primeiro o joio e amarrai-o em feixes para queimar, recolhei depois o trigo em meu celeiro’”.

6ª-Feira, 27 de Julho/2018, 16ª Semana do Tempo Comum

0
0
0
s2smodern

Evangelho: Mt 13,18-23

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 18 Escutai, então, a parábola do semeador. 19 Quando alguém ouve a palavra do reino sem entender, é porque o Maligno vem e arranca o que lhe foi semeado no coração: este é o grão semeado pelo caminho. 20 O grão semeado em terreno pedregoso significa todo aquele que, ouvindo a Palavra, logo a acolhe com alegria. 21 Contudo, não tem raiz própria, é homem inconstante: vindo uma aflição ou perseguição por causa da Palavra, perde a fé. 22 O grão semeado entre espinheiros significa aquele que ouve a Palavra, mas a preocupação deste mundo e a sedução das riquezas a sufocam, e assim ela não produz fruto. 23 Quanto ao grão semeado em terra boa, indica os que ouvem a Palavra e a compreendem: e eles produzem bons frutos, na base de cem, de sessenta, de trinta grãos por um.”

5ª-Feira, 26 de Julho/2018, 16ª Semana do Tempo Comum

0
0
0
s2smodern

São Joaquim e Sant'Ana, pais de Nossa Senhora . Memória

Evangelho: Mt 13,16-17

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 16 Felizes, porém, os vossos olhos porque estão vendo, e os vossos ouvidos porque estão ouvindo! 17 Eu vos declaro esta verdade: muitos profetas e homens justos suspiravam por ver o que estais vendo, e não viram; e por ouvir o que estais ouvindo, e não ouviram!

Versículo do Dia

Informações


+ Rua São João, 1363, Lagoa Seca, Natal/RN.

+ Tel.: (84) 3615-2871

+ pascom@paroquiasaojoaonatal.org.br

+ Pároco: Pe. Marcelo C. Cruz

+ Secretaria: 08h às 11h | 13h30 às 17h30

Link's Úteis

Arquidiocese de Natal CNBB Vaticano
 Biblia Catolica Radios Net  Radio Sao Joao

 

!-- Piwik -->