Secretaria: (84) 3615-2871 
       

10.ABR - Santa Madalena de Canossa (1774 - 1835)

0
0
0
s2smodern

Fundadora da Congregação das Filhas da Caridade e dos Filhos da Caridade (1774 - 1835)

Madalena Gabriela Canossa nasceu no dia 1º de março de 1774 na cidade italiana de Verona, que pertencia à sua nobre e influente família. Seu pai faleceu quando tinha cinco anos. Sua mãe abandonou os filhos para se casar novamente. As crianças foram entregues aos cuidados de uma péssima instituição e Madalena adoeceu várias vezes. Por essas etapas dolorosas, Deus a guiou por estradas imprevisíveis.

Aos dezessete anos, desejou consagrar sua vida a Deus e por duas vezes tentou a experiência do Carmelo. Mas sentiu que não era esta a sua vida. Retornou para a família, guardando secretamente no coração a sua vocação. No palácio, aceitou a administração do vasto patrimônio familiar, surpreendendo a todos com seu talento para os negócios. Entretanto, nunca se interessou pelo matrimônio.

Os tristes acontecimentos do século, políticos, sociais e eclesiais, marcados pelas repercussões da Revolução Francesa, bem como as alternâncias dos vários imperadores estrangeiros na região italiana, deixavam os rastros na devastação e no sofrimento humano, enchendo a sua cidade de pobres e menores abandonados.

09.ABR - Santa Maria de Cléofas (século I)

0
0
0
s2smodern

Discípula de Jesus (século I)

Maria de Cléofas, também chamada 'de Cléopas', ou ainda 'Clopas'. É destas três formas que consta dos evangelhos o nome de seu marido, Cléofas Alfeu, irmão do carpinteiro José. Maria de Cléofas era, portanto, cunhada da Virgem Maria e mãe de três apóstolos: Judas Tadeu, Tiago Menor e Simão, também chamados de 'irmãos do Senhor', expressão semítica que indica também os primos, segundo o historiador palestino Hegésipo.

Por sua santidade, ela uniu-se à Mãe de Deus também na dor do Calvário, merecendo ser uma das testemunhas da ressurreição de Jesus (Mc 16,1): 'E passado o sábado, Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram aromas para irem ungi-lo'. O mensageiro divino anunciou às piedosas mulheres: 'Por que procuram o vivo entre os mortos?'

08.ABR - Santa Júlia Billiart (1751 - 1816)

0
0
0
s2smodern

Fundadora da Congregação das Irmãs de Nossa Senhora (1751 - 1816)

Na cidade de Cuvilly, França, em 12 de julho de 1751, nasceu Maria Rosa Júlia Billiart, filha de Francisco e Maria Antonieta, pobres e muito religiosos, que a batizaram no mesmo dia. Júlia fez a primeira comunhão aos sete anos. Desde então, Jesus foi o único alimento para sua vida. Aprendeu apenas a ler e a escrever, porque ajudava a sustentar a família.

Aos treze anos, Júlia sofreu sérios problemas e, subnutrida, ficou, lentamente, paraplégica, por vinte e dois anos. Durante esse tempo aprendeu os mistérios da vida mística, do calvário, da glória e da luz. Sempre engajada na catequese da paróquia, preocupava-se com a educação dos pobres. Cultivava amizades na família, com os religiosos, com as carmelitas, com as damas da nobreza que lhe conseguiam os donativos.

07.ABR - São João Batista de La Salle (1651 - 1719)

0
0
0
s2smodern

Fundador da Congregação dos Irmãos das Escolas Cristãs (1651 - 1719)

Os princípios educativos novos, originais e revolucionários para sua época, sobre os quais se baseia a escola pretendida por este pioneiro, colocam são João Batista de La Salle entre os homens mais beneméritos no campo da educação e da própria cultura.

Também no mundo ocidental a cultura elementar constituía um privilégio para poucos afortunados, enquanto nas classes mais pobres reinava incontestado o analfabetismo.

João Batista, nascido em Reims, na França, da família rica e nobre dos La Salle, teve o privilégio de uma sólida cultura, adquirida da Sorbona, em Paris. Ordenado padre em 1678 (anteriormente tinha sido 11 anos cônego do cabido da catedral, outro privilégio de poucos), compreendeu que era preciso dar um remédio à injustiça secular que mantinha os pobres longe da escola.

06.ABR - São Marcelino Champagnat (1789-1840)

0
0
0
s2smodern

Presbítero da Sociedade de Maria
Fundador do Instituto dos Pequenos Irmãos de Maria
Irmãos Maristas das Escolas
(1789-1840)

Marcelino Champagnat  nasce a 20 de maio de 1789, em Marlhes, aldeia de montanha no Centro-Leste da França. A Revolução acaba de estourar. Ele é o nono filho de uma família cristã. Sua educação é essencialmente familiar. Sua mãe e sua tia religiosa, expulsa do convento, despertam nele fé sólida e profunda devoção a Maria. Seu pai, agricultor e comerciante, possui instrução acima da média; aberto às idéias novas, desempenha um papel político na aldeia e na região. Transmite a Marcelino a habilidade para os trabalhos manuais, o gosto pelo trabalho, o senso das responsabilidades e a abertura às idéias novas.

Quando Marcelino está com 14 anos, um padre o visita e lhe faz descobrir que Deus o chama à vocação sacerdotal. Quando Marcelino, de quase nenhuma escolaridade, vai se meter a estudar, "porque Deus o quer!", o seu ambiente, sabedor de suas limitações, procura dissuadi-lo. Os anos difíceis do Seminário Menor de Verrières (1805-1813) são para ele uma etapa de verdadeiro crescimento humano e espiritual.

Versículo do Dia

Informações


+ Rua São João, 1363, Lagoa Seca, Natal/RN.

+ Tel.: (84) 3615-2871

+ pascom@paroquiasaojoaonatal.org.br

+ Pároco: Pe. Marcelo C. Cruz

+ Secretaria: 08h às 11h | 13h30 às 17h30

Link's Úteis

Arquidiocese de Natal CNBB Vaticano
 Biblia Catolica Radios Net  Radio Sao Joao

 

!-- Piwik -->